A Andarilha, A Galeria, Quotes

Meu amor por Van Gogh

Whew, o que falar sobre Van Gogh? Não existem palavras o suficiente nesse mundo, apenas um bando de sentimentos e sons estranhos que eu costumo fazer (vocês também fazem?) quando vejo algo incrível e épico (ou fofo também conta).
E isso é Van Gogh: incrível e épico e também um pouco triste.
Eu e meus amigos costumamos dizer como ele é uma alma incompreendida.
Se você já leu algo sobre a vida dele ou algo que ele escreveu, principalmente as cartas para o irmão dele, então você sabe o porquê. (e se você tiver interesse e saber inglês, tem as cartas disponíveis online)

Van Gogh ousou ser ele mesmo, ousou pintar o que ele sentia que deveria pintar, o que a alma dele almejava, mesmo com o resto do mundo tirando sarro dele, dizendo que o que ele fazia não era arte.

E por essa ousadia(e por ser um pouco excêntrico demais também haha), ele acabou encontrando rejeição após rejeição durante toda a vida, tanto pessoalmente quanto profissionalmente.

Ler os pensamentos dele, suas palavras, sua sensibilidade e paixão pela Natureza, pela Arte e pela vida e pessoas no geral é bem cruel as vezes, quando você sabe que apesar de ter tentando e tentado e dado seu melhor naquilo que ele acreditava, ele ainda terminou a vida como uma pessoa infeliz.

A partir do momento que nos esforcemos em viver sinceramente, tudo irá bem, mesmo que tenhamos inevitavelmente que passar por aflições sinceras e verdadeiras desilusões; cometeremos provavelmente também pesados erros e cumpriremos más ações, mas é verdade que é preferível ter o espirito ardente, por mais que tenhamos que cometer mais erros, do que ser mesquinho e demasiado prudente.

É um alívio saber que ele é lembrado e reconhecido e amado por tantas pessoas hoje em dia. (E se inventarem uma máquina do tempo, por favor, mandem alguém para fazer Vincent van Gogh feliz. E sem mistérios a porque um dos meus episódios favoritos de Doctor Who é o com ele)

cafe-terrace-place-du-forum-arles-1888(1).jpg!PinterestLarge
Terrace of a Cafe at Night, 1888. – É também incrível ver como o estilo dele mudou drasticamente durante a vida. É como se ele estivesse aos poucos descobrindo mais dele mesmo.

Honestamente, os quotes e palavras dele estão entre minhas favoritas. Apesar de toda a m*rda na vida e toda a decepção ele ainda diz coisas importantes, bonitas e cheias de significado. Cada vez que leio mais sobre ele, mais eu amo ele e mais me encontro refletida nas suas palavras. (E MAIS EU CHORO TAMBÉM PORQUE PURE SOUL) 

O amor dele pela vida, sua visão de mundo e como ele conseguiu traduzir tudo isso para cores e tinta é uma preciosidade e algumas das pinturas mais bonitas que a gente tem a chance de ver. E ele também me inspira a fazer o mesmo, a me colocar completamente no que eu faço e acreditar naquilo. E se tudo der errado, pelos menos eu tentei.

Ame muitas coisas, porque em amar está a verdadeira força. Quem ama muito conquistará muito, e o que for feito com amor estará bem feito.

landscape-with-couple-walking-and-crescent-moon-1890(1).jpg!Large
Landscape with Couple Walking and Crescent Moon, 1890 (Esse está no MASP, em SP!) – E hora da história! Essa pintura tem esse casal no canto que, de acordo com minha professora de história da arte que estuda a vida e o trabalho dele, é na verdade uma representação do Van Gogh e de uma das mulheres que ele amou. Você vê, ele pintou ele em azul e ela em amarelo porque essas são cores complementárias e ele sentia que eles eram almas complementares e ele só queria uma família feliz e amor. POR QUÊ? POR QUE ESSA ALMA NÃO PODIA SER FELIZ?

Mas é, eu amo ele e amo o trabalho dele. E vocês? Vocês também tem algum artista (pode ser escritor, diretor ou qualquer outra arte também) que você ama e sente uma conexão com? Eles também tiveram vidas miseráveis? Você também tem vontade de colocar eles em potinhos bem quentinhos e cuidar deles e dar amor?

Anúncios