A Andarilha, Amizade, Vida

Carta de amor secreta aos meus amigos

Alguns dias atrás dormi na casa de uma amiga porque reunimos parte da gangue para tentar ajudar ela com o TCC e para sermos produtivos juntos. Acabamos pedindo pizza(ESTAVA TUDO EM PROMOÇÃO NO IFOOD), compramos doces e mais doces na padaria, rimos muitos e tivemos várias ideias loucas e meio insanas para o TCC. E então a noite fez aquela mágica quando de repente a gente quer saber mais uns sobre os outros e contar coisas sobre nós mesmos e acabamos sentados perguntando coisas estranhas e íntimas por horas. (SECRET TIME!) (na verdade essa é a hora que eu fico quieta num canto porque sou a pessoa mais monótona romanticamente)

Enfim, no final a gente começou a falar sobre sonhos e sobre estar frustrado com a vida e sobre se sentir feliz depois de um longo tempo na lama (a faculdade não fez muito bem pra ninguém). E naquele momento, naquela sala minúscula no meio da noite de um dia de semana, com amigos próximos compartilhando pensamentos e sentimentos, eu lacrimejei um pouco. Só o suficiente pra ninguém perceber, uma aguinha no olho que poderia ser alergia. Naquele momento eu me senti extremamente conectada a eles e extremamente feliz por ter essas almas tão boas e adoráveis e incríveis como amigos. Eu fiquei tão orgulhosa por quem eles são e por quem eles estão se tornando. Eu sinto falta de ver eles com frequência, já que a maioria se formou no começo do ano, e ficar falando com eles desse jeito de novo me faz sentir em casa e feliz.

‘-Nós vamos ser amigos para sempre, não é? – Sim, para sempre.’  

 

Mais tarde (na verdade as seis da manhã porque sim somos má influencia e ignoramos que nossa amiga tinha aula), a gente acabou deitando no sofá, tentando encontrar um jeito de fazer caber todo mundo em tão pouco espaço, e ainda estava meio escuro e estávamos tão confortáveis e encolhidinhos que minha amiga disse que parecíamos “estupidamente fofos”. Eu concordei. Nesse dia eu renovei meu amor pelos meus amigos, por humanos e relações e todas as nossas dúvidas e devaneios e como precisamos uns dos outros nessa jornada. (Foi um bom lugar para se estar até as merdas da vida alcançarem de novo)

Também preciso dizer que por um bom tempo quando eu era menor, até mesmo alguns anos atrás, eu me sentia tão tão distante de todo mundo e eu fico tão feliz e aliviada e meio ‘segura’ de saber que agora tenho esses amigos tão queridos. Minha família é onde eu cresci e onde eu vim a ser, mas meus amigos são aqueles me empurram para tentar ser melhor e que me fazem acreditar mais em mim mesma e na vida. (eu ainda queria que a gente pudesse passar mais tempo juntos :C)

image

Então é. Acho que isso é uma pequena carta de amor secreta aos meus amigos e à humanidade e suas almas adoráveis e amigáveis. Eu espero que possamos continuar tentando ser melhores e nos ajudando por aí. Espero que possamos manter essas boas amizades por perto.

(EU AMO VOCÊS)

E você? Quando foi a última vez que você passou a noite conversando com amigos? O que você mais gosta de fazer quando estão juntos? (por favor deem dicas de jogos para aqueles momentos em que está todo mundo entediado mas sem saber o que fazer)

(E desculpa pelo gif do Cão e a Raposa, não me responsabilizo pelos sentimentos)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s